Avatar

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Facebook: Uma Reflexão sobre Postagens

Boa tarde amigos leitores, todos bem? Esperamos que sim e com saúde :)


Neste post falaremos sobre o Facebook ou melhor, sobre algumas postagens frequentes do Facebook.


A internet é um espaço que permitiu benefícios incalculáveis. Pesquisas variadas podem ser acessadas de modo rápido, interatividade, amizades, busca de empregos, divulgação de negócios.
Indubitavelmente trouxe consigo parte da personalidade de seus usuários, que utilizam do espaço livremente. Um dos vírus dos tempos atuais são as notícias carregadas de efeitos desarmonizadores. Há sim terríveis cenas e notícias na internet mas manter-se distante não da informação mas das impressões nocivas é essencial. O Facebook divulgou que os compartilhamentos maiores acontecem envolvendo a indignação, maus tratos e horrores dos mais variados matizes. De acordo com a empresa Facebook notícias ruins exatamente porque geram sensações variadas são as que mais estão associadas ao imenso compartilhamento em massa. Mente sã, corpo são. Um indivíduo que não está em equilíbrio emocional ou físico por exemplo ainda é vitimado em seu momento de lazer ou trabalho com mais fontes a lhe afirmar que " o mundo esta perdido", " de nada adianta progredir" ou em casos piores, recebemos compartilhamentos como corpos mutilados, animais sendo agredidos, crianças e idosos espancados. Nossas casas e trabalhos e sim mentes são invadidas por notícias ruins. 
Fizemos uma análise das fortes imagens que muito impressionam, certamente que podem vir a desajustar nosso equilíbrio.

Acompanhamos pelo Facebook algumas comunidades espíritas, até mesmo nestas nos deparamos com fortes imagens, mas no caso de pessoas acamadas e em seu pior estado.

Claro que todos podem solicitar preces nas comunidades, mas ainda acreditamos que sejam postos apenas nomes, idade e cidade. Fotografias são desnecessárias, pelo tanto que impressionam e até mesmo podem vir a afetar não apenas quem visualiza como até mesmo a prece a ser feita em favor do próximo.

Somos responsáveis pelas postagens ou ao menos deveríamos ser, zelando não pela divulgação de notícias ruins e que geram desequilíbrio, mas pelo equilíbrio.

Todos nós nos ressentimos dos maus tratos que existem no mundo, mas já circulam o suficiente pelas mídias televisivas, ou não?

Apenas uma breve reflexão sobre o assunto, impossível não nos depararmos com cenas que nos desequilibram, mas que nos reservemos de suas ações mentais em nós mesmos.

Uma abençoada quinta-feira a todos e que espalhem boas notícias e felizes postagens.