Avatar

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Uma Reflexão : Meu Deus e o seu Deus

Olá amigos, esperamos que estejam todos bens e que este restante de semana seja harmoniosa e feliz.

A proposta do post de hoje é de refletirmos sobre Deus, questão que diverge opiniões muitas vezes, é visível que cada qual O vê ou O entende de um modo, como à quase tudo que nos cerca. Nada de errado nisso, pois sabemos o que temos mais próximo de nós são os ensinamentos de Jesus, seus atos e palavras, como expressões do onipotente.

Uns pedem provas, outros têm fé, tudo de acordo com a forma de pensar e também das experiências e aprendizados. 

Sendo Deus único, fonte de bondade,justiça e amor, importa dizermos que distante está das penas eternas, da divisão dos seres humanos, preconceitos, fanatismos e dos interesses pessoais.

Assim aquele que solicita à Deus através de preces em desfavor de outro, vendo apenas a satisfação de seus interesses não estará em acordo se não com seu egoismo.Nossa visão do certo e errado pode ser equivocada, importante vermos o todo e por mais difícil que a situação seja, pensarmos antes no equilíbrio, um bem não emprega um mal jamais.

Assim é que muitos pedem, esquecendo-se deste equilíbrio necessário.Assim é que muitas vezes enxergamos nossos problemas, os levando ao altar sem que haja uma reflexão sincera.A lição que consta na Bíblia e no Evangelho como a principal de todas, é de fato relevante:amai a Deus sobre todas as coisas e amai-vos uns aos outros.


Amar a Deus sobre todas as coisas é Tê-lo como guia, é fazer bom uso do nosso livre arbítrio, pensamentos, zelarmos por nossa saúde física e emocional, desejarmos trilhar por bons caminhos.Amar ao próximo é exercer  atos dentro da sociedade de modo correto, qual como desejamos a nós mesmos- exercer, ou seja, não é dizer, afirmar, proclamar, mas exercer.

Atos são ótimos exemplos, como nos afirmou Jesus, pelos frutos se conhece a árvore.Também Deus ou Jesus não exigiu nada impossível, apenas a busca da elevação - mas vejam, essa lição não deveria ser apreciada por nós mesmos? Qual maior objetivo poderemos ter além de crescermos? E na ação, é bem multiplicado.

Há sim situações muito difíceis, como perdas, injustiças ou doenças - nenhum de nós as quer, pois sofremos em todas elas, é fato.Em uma mediúnica assistida foi dita importante mensagem,a qual reproduzimos aqui, embora não na íntegra (pois não anotamos para postarmos na íntegra infelizmente):

Na injustiça é que se aprende algumas vezes o valor e significado da justiça, quando temos diante dos olhos a injustiça a doer e a chamar a atenção de nossos olhos é que compreendemos melhor sua razão de ser.Refletimos sobre a mensagem que nos foi dada, cientes que a justiça terrena distante está da divina, pois feita por homens carrega sua parte falha, ainda que haja desejo sincero das partes.

Perdas fazem parte da nossa estrada, mas analisemos que acima da ausência sempre dolorida, houve um tempo e este se foi valorizado, aproveitado, valeu a pena.Perdas nos ensinam, embora não sejam fáceis como as injustiças, mas nos recorda o tempo, não só nosso, como dos que amamos.Importante aprendermos a valorizar o que temos hoje e agora, pois a indignação contra as leis naturais não mudará nenhum cenário nos casos de desencarne.Noutros casos pode significar uma reflexão, às vezes é questão de apenas fazermos as pazes, restabelecer o equilíbrio ou apenas seguir adiante.Em todas estas cabem nossas escolhas, até mesmo quando envolve um desencarne, de como vamos lidar e seguir.


Não enxerguemos punições divinas onde não há, Deus não nos pune, na maioria das vezes colhemos o que plantamos ou ainda nos servirá como lição.Assim como Deus não pune, também não falha, como poderia? Mas queremos o imediatismo, transformações não se dão de forma imediata, se assim fosse por que teríamos a reencarnação? 

Se toda nossa vida de nada servisse por que então Deus teve tanta preocupação em nos criar? Apenas para uma única chance? Ilógico pensarmos assim...e os que já nascem doentes ou incapacitados ou que desencarnam em tenra idade? Que proveito teriam com uma única existência?Nenhuma ou bem perto de nenhuma, ao menos no proveito de ter existido,atuado,aprendido e ensinado.Acumulamos aprendizado, sempre, assim não nos teria serventia uma existência tão fugidia quanto é se única.

Nas mediúnicas de desobsessão espíritos questionam a existência de Deus, creiam, não acontece apenas entre os encarnados.Imersos em si mesmos não conseguem ver nada além de si mesmos, tal qual aqui.Sim, levamos "nosso mundo e forma de pensar e agir" conosco para o plano espiritual.

O fato de desencarnar por si só não opera transformações, apenas mudança de plano.Quem crê que Deus é pai vingativo, que há céu e inferno, que se aproxima dos cenários dantescos encontrarão suas sintonias e afinidades pois os pensamentos são como ímãs, envolve magnetismo e energia.Mais abaixo falaremos sobre estas energias.

Ainda bem que assim não é, ainda bem que estes conceitos errôneos são e foram devidamente, embora tardiamente, afirmados pela igreja católica, já era tempo de erguerem o véu da ilusão.Aos poucos vamos nós também erguendo os nossos, não apenas seguindo a doutrina, por que particularmente vemos a doutrina como base e lição, mas não como fé religiosa.A doutrina não deve ser somente seguida, mas praticada em primeiro lugar.Para nós é como um guia, sério, bem fundamentado e estruturado, com inúmeras partes comprovadas pela ciência, e é ela a primeira a nos dizer e incentivar a prática.


Preconceitos estimulados em nome da fé
No tocante ao fanatismo ou ateísmo é uma visão limitada do todo, ao contrário do que os materialistas afirmam eles também creem, não crer em Deus é uma forma de crer em algo.A nós não cabe nenhum julgo, cada qual segue e faz suas escolhas e tem livre pensamento.Apenas constam do post pois tratamos de Deus neste.Perseguições religiosas jamais somarão, farão apenas vítimas, este extremismo decorrente do egoismo é destruidor, mas ainda é uma visão sobre o que é certo, errado e divino.

A sensatez é amiga de todos nós, Jesus não "fundou" nenhuma religião, mas sim nós, homens.Não determinou seguirmos nada além de Deus, do bem, do amor, nos propôs evoluirmos, somarmos, iluminarmo-nos.Não solicitou nenhuma morte, nenhum sacrifício, mas que nos apaziguemos.Não puniu ninguém, mas cedeu-nos a vida.
Não nos deu o dom do verbo para disseminarmos a maldade ou o nosso querer acima dos demais, pregando em seu nome equívocos tantos, como postamos alguns exemplos - mas deu-nos o verbo para ampararmos, para auxiliarmos, para discutirmos nossas ideias, nossa evolução.


Fiéis comem grama para se encontrarem com Deus
Parece que há muitos deuses, como nos tempos da Antiguidade.Assistimos cenas impensadas porém reais de bandidos e assassinos falando sobre Deus, justificando vezes seus atos...afirmam uns que mataram por amor, que Deus compreenderá... portanto não há vários deuses amigos, mas várias distorções de Deus, único.E Ele age independente do crédulo, com toda certeza, está acima das nossas organizações terrenas, e como vemos. Ainda bem, pois que é livre de nossas muitas falhas, as quais procuramos a cada experiência melhorar e iluminar, e mais, usemos para isso de nossa razão, sem misticismo qualquer.

Tudo é energia conforme comprovado pela Física, estas se repelem ou atraem, conforme as partículas, pensemos nisso.

Vejamos mais de perto a questão energética para considerá-la como parte de estudo: 

Todos vivemos em um universo constituído de partículas, raios e ondas que não conseguimos perceber normalmente. A própria matéria é constituída de pequenas porções chamadas átomos, que são tão pequenas que não podem ser vistas.
Elas não são imóveis, pelo contrário, a velocidade intensa que as anima, faz, com que pareçam estar em muitos lugares ao mesmo tempo, dando aos nossos sentidos a impressão de continuidade da matéria (lembrar as pás de um ventilador ligado, quando então não se pode passar os dedos entre 
elas, pelos espaços vazios, o que se consegue quando o aparelho está desligado).


O que nos diz o Espiritismo sobre energias e fluidos:
Estamos imersos em um mundo de matéria sutilizada, refinada, invisível, porém, real.

Que tem como fonte primeira, uma substância que é denominada Fluído Cósmico Universal (FCU), que dá todas as formas materiais já conhecidas e, provavelmente, muitas outras que ainda nos são desconhecidas, e também a energia nas variadas formas em que se manifesta.
Os fluidos nada mais são que formas energéticas dessa substância primordial que o perispírito automaticamente absorve do meio ambiente, transforma de acordo com o padrão vibratório espiritual em que se encontra e irradia em redor de si formando uma verdadeira esteira 
psíquica ou hálito mental.

OS FLUIDOS ESTÃO SUJEITOS A IMPULSÃO DA MENTE
Os fluidos estão sujeitos a impulsão da mente do Espírito, quer encarnado ou desencarnado; o pensamento e as emoções dão-lhes uma determinada estrutura, de maior ou menor densidade, conforme a pureza ou harmonia com que são emitidos. 
Quanto mais elevados são os pensamentos e as emoções, os fluidos são mais harmônicos, agradáveis, luminosos, saudáveis. Quanto mais inferiores, mais desarmônicos, desagradáveis, doentios. Constantemente estamos irradiando de nós o que realmente somos,e impregnando com esse fluído particular as coisas, o ambiente, os objetos e influindo sobre as pessoas que aceitam e 
assimilam essa energia. Educando o nosso pensamento, podemos irradiar uma quantidade maior de fluidos de qualidade superior, que metabolizamos com a nossa mente. Daí, a importância de mantê-la sempre em estado de elevação.

Por fim, cada ser verá a Deus conforme seu entendimento, mas que envolva nestes conceitos, já que distantes estamos todos de exprimi-lo  - pois impossível expressarmos em palavras ou adjetivos Deus- que seja num contexto em que Ele não se assemelhe à nós e às nossas falhas, mas que esteja afinizado com o que melhor pudermos ter em nossos corações, sem vítimas, sem exigências descabidas, matanças, ódio, repulsa ou desamor.E como dizem os judeus: saibamos percebê-Lo no silêncio de seus atos, onde não existem coincidências, aí também está a ação Dele...observemos, estudemos, sejamos nós a paz que tanto buscamos.
Abraços!