Avatar

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Série de Estudos dos Fenômenos Mediúnicos: Médiuns Curadores

Jesus efetuou diversas curas
Boa tarde amigos leitores, esperamos que estejam todos bem! Neste post de hoje abordaremos um tipo de mediunidade de grande valia, antes iniciemos com uma reflexão.

Alguns de vocês provavelmente já tiveram contato com este tipo de mediunidade, seja recebendo passe ou tratamentos, como nos casos de cirurgias espirituais, se desejarem comentar as experiências agradecemos por serem de grande valia a todos.

Já fiz, particularmente, duas cirurgias espirituais e graças a Deus consegui o êxito nas duas vezes. Nesses casos de cirurgia no entanto notamos que há pessoas que conseguem a cura e outras que não. Surgem dúvidas em razão disso, mas é importante lembrarmos que havendo na reencarnação uma programação, muitas vezes, ensejada por nós mesmos no intuito de seguirmos no processo evolutivo, que nos coloca a condição de termos alguma doença como meio de sanarmos alguma questão pretérita ou ainda para ensinarmos, aprendermos, sendo um meio de luta como outros o são.

Tenhamos coragem sempre! Sabemos que não é fácil, todos nós carregamos nossas mazelas, acrescentemos a estas fé, doenças por mais incapacitantes que sejam não nos tira a capacidade de crermos e seguirmos adiante, reside aí a paz que permite transpor barreiras. Exceto nos casos em que há debilidade do pensamento que acabam por afetar a possibilidade de escolhas, nas demais continuamos interagindo e atuando. Relevante lembrar que  nestes casos de doenças mentais incapacitantes, o espírito continua livre, razão pela qual, há casos que desprendidos do corpo físico conseguem ao dormir recuperar a liberdade de pensamento o qual ao retornar ao corpo a perde novamente, pois se sujeita as possibilidades corpóreas.

Também importa afirmarmos que nem sempre uma doença é expiação, pois algumas encarnações servem para auxiliar entes queridos, sendo estas as encarnações que são solicitadas para o adiantamento destes, em compreender, em assistir o convalido, em amar, em reerguer, e assim por diante. Julgar o que sofre crendo se tratar de uma necessidade de expiação de erro pretérito é incorrer em erro, pois quem somos nós para compreendermos e julgarmos todas as situações, na realidade, é complexo e com toda certeza varia de caso para caso , mas no geral, é adiantamento ao espírito.

Clique e amplie
Amigos, alguns de nós pode conhecer pessoas que sofrem doenças auto impostas, mentalmente, somatizando situações, gerando no organismo descompensações energéticas, entraves psíquicos, acreditando não serem capazes, não serem dignas ou ainda por não suportarem o peso das arbitrariedades que passamos ao longo da jornada.Por esta razão é vital que vigiemos nossos sentimentos e pensamentos, reequilibrando-os, buscando forças através da auto análise, da fé, com preces, com pedido de auxílio a quem se confia ou recorrendo sempre ao auxílio médico e/ou psicológico, podendo buscar conforto em algum centro espírita ou local de sua preferência para receber esclarecimentos sensatos que lhe permitam refletir. Todos nós em algum momento estamos sujeitos a sofrer, faz parte da vida, mas podemos escolher como enfrentar esses sofrimentos, assim erguer alguém no caminho e amparar é lição de todas as horas, façamos nós bom uso desta capacidade que temos de olhar a nós e aos próximos, sempre que possível.



Após estas reflexões, continuemos com o estudo da mediunidade curadora, esperamos que gostem, aproveitamos para agradecer as mensagens de carinho que recebemos, acreditem, são incentivadoras sempre, como já dissemos antes, poder caminhar e trocar experiências com vocês é enriquecedor, aprendemos e somos sinceramente gratos e felizes quando isso acontece. Muita luz a todos!

Abaixo vemos a definição dos médiuns curadores, que podem utilizar fluidos próprios ou ainda servirem de instrumento de transmissão de fluidos advindos dos mentores.

Podemos alinhar entre os processos de tratamento espiritual a psicocirurgia, cirurgia espiritual direta, passe, fluidificação da água e objetos e auxílio espiritual em grupo.Os fluidos mencionados são ectoplasmásticos.

Nas psicocirurgias temos as formas semi mecânica (médium sente o espírito comandando o movimento de suas mãos, podendo influir ou intervir) e mecânica (médium sente mãos e braços anestesiados, processando os movimentos sem a interferência de sua vontade) esta podendo ser consciente ou semi consciente.

CIRURGIA ESPIRITUAL E SEUS TIPOS

José Pedro de Freitas, conhecido como José Arigó, médium famoso por intermediar o espírito do Dr. Fritz e outros médicos, foi talvez um dos mais estudados exemplos da mediunidade de cura. 

Arigó utilizava equipamentos em suas cirurgias espirituais e foi acompanhado por médicos estudiosos em algumas ocasiões, de onde podemos destacar algumas observações.

O prof. Dr. Ary Lex da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo relatou que em sua presença e na do professor Walter Accorsi, também da USP, que Arigó realizara quatro cirurgias, tendo operado dois lipomas, pterígio e drenagem de quisto cinovial. Relatou Dr. Lex o seguinte:"Arigó me convidou a segurar o braço do paciente, o que me permitiu observar a operação bem de perto, a palmo de meu rosto e a cronometrá-la..operou o lipoma em trinta segundos, verifiquei um fato estranho, a que ninguém se havia referido anteriormente e nem se referiu depois.Aliás, só um médico cirurgião poderia se atentar a este pormenor. Arigó não cortou a epiderme fazendo uma incisão comum.Friccionou a pele com as costas do bisturi, até que ela se abriu, então ele apertou e o lipoma saiu inteiro.Noutra cirurgia, de pterígio, segurei a cabeça da paciente.Sangrou bastante.O sensitivo comprimiu o local com algodão e mandou o sangue estancar, produzindo hemostasia imediata, de maneira que só posso classificar como espetacular".

Noutra ocasião Arigó operou o então cético médico americano Dr. Andrija Puharich, de lipoma, em 15 segundos, o que lhe rendeu grande simpatia ao médium e o fez refletir sobre a cirurgia espiritual, da qual antes desacreditava por completo.Os relatos expostos no post pertencem a obra "Teoria da Mediunidade" , de Zalmino Zimmermann, editora Allan Kardec, na qual podemos encontrar inúmeros relatos, fotos e médiuns além do Brasil que realizaram cirurgias espirituais com instrumentos.

Além destas cirurgias espirituais, as mais comuns, nos dias de hoje, são aquelas em que as pessoas são atendidas sem que haja manipulação de instrumentos, alguns centros espíritas realizam estes atendimentos, podendo o leitor obter a lista de centros no site da FEB. Chamamos a este tipo de cirurgia espiritual, que se difere da cirurgia espiritual direta - outro renomado médium, Peixotinho, realizou no Grupo Espírita André Luiz uma cirurgia deste tipo, na qual houve materialização seguida de toda explicação dada diretamente pelo espírito materializado sobre a doença do paciente operado.

PASSE
No processo de administração de recursos vitais (ectoplasma, magnetismo e outros elementos) são dirigidos à recuperação do vigor psicofísico da pessoa encarnada - Zimmermann.


Interessante ressaltarmos aspectos históricos em relação a imposição das mãos, o chamado passe. Quatro séculos antes de Cristo, os gregos segundo os escritos de Aristófones, usavam em Atenas a imposição das mãos para tratamento de diversas doenças.Jesus também, como nos mostra a Bíblia realizou curas através da imposição das mãos, recordando ainda da importância do merecimento e da fé. Entre povos primitivos o mesmo pode ser observado e a própria igreja deteve, durante séculos, o monopólio de curar, empregando também a imposição das mãos.Dentre os exemplos que podemos citar há ainda Paracelso (estudo das forças magnéticas), seu discípulo Helmont, alguns reis da Inglaterra como Eduado, o Confessor, que se utilizavam da mesma imposição de mãos, para citarmos alguns aos leitores.No mesmo livro citado anteriormente de Zalmino Zimmermann encontramos estudos sobre o passe, com imagens e citações de mais de 10 outros livros e comparações emblemáticas sobre os estudos ao longo do tempo, envolvendo a ciência e médiuns.

Em suma o passe pode ser mediúnico ou espiritual, com ou sem a presença e manipulação de fluidos por um espírito.Somadas a estas colocações o leitor poderá acessar as marcações do blog para estudo separado do passe.

FLUIDIFICAÇÃO DA ÁGUA 
A fluidificação da água como processo de cura é conhecida desde a Antiguidade. A água é um elemento de absorção e veiculação de diferentes tipos de energia, sendo sensíveis, inclusive, às vibrações do meio ambiente.Assim é que a água é um recurso complementar em qualquer tratamento fisico ou psíquico quando fluidificada. "A água é dos corpos mais simples e receptivos da Terra" Emmanuel.


Através das observações de André Luiz, psicografadas por Chico Xavier, temos o seguinte:
"Conhecendo-a mais intimamente, sabemos que a água é veículo do mais poderoso para os fluidos de qualquer natureza..compreenderá o homem, então que a água, como fluido criador, absorve em cada lar, as características mentais de seus moradores.A água, no mundo... não somente carreia os resíduos dos corpos, mas também as expressões de nossa vida mental. Será nociva nas mãos perversas, útil nas mãos generosas e, quando em movimento, sua corrente não só espalhará bênçãos de vida, mas constituirá um veículo da Providência Divina, absorvendo amarguras, ódios, ansiedades, lavando-lhes a casa material e purificando a atmosfera íntima".

Já Emmanuel nos recorda como podemos utilizar a água em nosso favor ou em favor dos que nos são próximos:
"Se desejas, portanto, o concurso dos amigos espirituais, na solução de tuas necessidades físico-psíquicas ou nos problemas de saúde e quilíbrio dos companheiros, coloca o teu recipiente de água cristalina à frente de tuas orações, espera e confia. O orvalho do plano divino magnetizará o líquidocom raios de amor em forma de bênçãos" - cabe uma palavra nossa em relação às palavras de Emmanuel. 

Passamos nós mesmos a fazermos uso da sugestão e observamos que tanto os pensamentos quanto preces promovem certas vezes a presença de bolinhas na água, noutras sedimentações e em algumas tantas alteração de sabor.

Caso algum de vocês tenha algum relato a auxiliar na postagem, encorajamos que compartilhem, pois que somam aos relatos aqui expostos e pode ser a dúvida de algum leitor. Estes posts da série de estudos dos fenômenos mediúnicos precisam ser longos para que possamos apresentar as nuances e diferenciações como forma de estudo, alguns mais complexos e outros menos, no entanto, muitos outros escritos poderíamos inserir, não o faremos para não tornar a leitura cansativa, assim sendo disponibilizamos um vídeo e indicação de obras para estudos mais aprofundados. Abraços a todos!

Vídeos:



Indicação de Obras:
http://www.autoresespiritasclassicos.com/Autores%20Espiritas%20Classicos%20%20Diversos/Jose%20Lhomme/3/Jos%C3%A9%20Lhomme%20-%20O%20Livro%20do%20M%C3%A9dium%20Curador.htm