Avatar

quinta-feira, 16 de maio de 2013

OS DOIS TIPOS DE INFLUÊNCIA ESPIRITUAL



Na realidade a maioria das religiões reconhecem a influenciação espiritual, mas acabam não instruindo como acontecem, porque acontecem ou como podemos evitá-las.

Discorrer muito sobre o assunto levantariam outras questões e admissões, como bem podemos concluir.

Em outro post já comentei que a OMS - Organização Mundial da Saúde há anos já admitiu a possessão de espíritos, que ocasionam graves quadros psicológicos e/ou psiquiátricos.

Como a explicação merece um olhar nosso, postarei sobre o que a doutrina espírita nos informa a respeito.

A influência espiritual acontece tanto por parte de espíritos protetores quanto de espíritos que ainda se encontram em nossa esfera, agarrados à matéria, aos vícios, pessoas ou objetos materiais.

A influência dos protetores é inconfundível, pois provocam em nós bons pensamentos, boas sensações, conforto, paz, equilíbrio - ainda que as vezes nem percebamos. Bons pensamentos, bons atos e atitudes, orações acabam encontrando sintonia com as mesmas energias ou similares, sendo boas e agradáveis.

Pode ocorrer através do chamado "insight", sonhos, inspirações, certezas que nos chegam "sem explicação" e independem do crédulo, ocorrem com todos, sendo a percepção diferente para cada um - uns a percebem mais e outras menos.

O cuidado que devemos ter é quando a influência ocorre nos prejudicando, impulsionando o que no fundo já está em nós mesmos, como a falta de paciência que gera brigas e até rompimentos;  a falta de energia, num quadro de desânimo, de depressão, de angústias; pensamentos negativos e de vingança; aproximação dos vícios ou a dificuldade de sair deles...estes são alguns exemplos, que permite orientação quanto aos demais.

Mais uma vez, como nos mostra a doutrina, somos e nos vinculamos com aqueles que têm as mesmas tendências que cultivamos. Não é tarefa fácil, mas possível, basta querer e seguir.

As orações, os pensamentos, o Evangelho no Lar são barreiras protetoras pois equilibram o que anda desequilibrado e claro, a mudança, pois de nada adianta uma oração feita e logo em seguida seguir com a mesma raiva, preguiça, maledicência, vícios ou pouca paciência só para citar alguns exemplos.

No menu do blog tem uma orientação de como deve ser feito o Evangelho no Lar para quem desejar.

Vejamos o que nos apresenta o Espiritismo no Livro dos Espíritos: 
Lemos no item 459: – Influem os Espíritos em nossos pensamentos e em nossos atos? “Muito mais do que imaginais. Influem a tal ponto que, de ordinário, são eles que vos dirigem.”

Mais análises são encontradas no mesmo livro, mais especificamente no Capítulo 9 (caso não tenha o livro e deseja ler, no blog acesse o menu Biblioteca Virtual e leia online, podendo ser baixado também). 

O capítulo 9 é sobre a intervenção dos espíritos no mundo corporal, tendo os seguintes tópicos:
-Como os Espíritos podem penetrar nossos pensamentos
-Influência oculta dos Espíritos sobre nossos pensamentos e nossas ações
-Possessos
-Convulsivos
-Afeição dos Espíritos por certas pessoas
-Anjos de guarda; Espíritos protetores, familiares ou simpáticos
-Pressentimentos
-Influência dos Espíritos sobre os acontecimentos da vida
-Ação dos Espíritos sobre os fenômenos da natureza
-Os Espíritos durante os combates
-Pactos
-Poder oculto. Talismãs. Feiticeiros
-Bênção e maldição

Boa leitura a todos, espero que o post possa ter explicado mais sobre este fenômeno.