Avatar

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Os Animais percebem os Espíritos ?




Olá, amigos ! Tudo bem? No post de hoje, trazemos um breve relato de percepção espiritual por parte de um cachorro. 

Colocamos tal relato autorizado neste post pois o recebemos de uma pessoa muito próxima a nós e cuja autenticidade não podemos duvidar, como também ficará evidente no breve relato à seguir:


Conta-nos o amigo que ontem, por volta das 20:30 horas, estava em seu escritório, usando o computador, em  sua casa, quando seu cachorro começou a apresentar um comportamento não habitual(embora já tenha apresentado outras vezes menos frequentes).

O cachorro, repentinamente, começou a sentir-se incomodado e acuado, ao mesmo tempo que latia e olhava fixamente para a porta do escritório. Desconfiando do comportamento estranho do animal e percebendo sua inquietação, nosso amigo iniciou uma prece, com o cachorro em seu colo (uma vez que este não se afastava do dono).

Após o término da prece, o cão ficou mais quieto e após uns minutos começou a dormir no colo do dono.

Logo após um período de 15 à 20 minutos, o cachorro foi colocado no chão pelo dono e saiu do escritório, onde em alguns minutos voltou a ter o mesmo comportamento, porém, desta vez, fora do escritório, latindo e correndo na sala.

Pouco tempo depois o cachorro se acalma novamente, porém nosso amigo escuta seu filho, uma criança que jogava videogame no momento[no andar de cima da casa, portanto nada sabendo do que estava ocorrendo embaixo], o chamar e ir ao seu encontro. A criança então o avisa, assutada e chorando, que ouviu uma voz de mulher, muito claramente ao seu lado, dizendo: "Oi". 

O pai conversou com a criança, juntos fizeram uma prece e nada mais no ambiente ocorreu.



***

Tal relato por si só é significativo quando relacionamos o comportamento do animal com o da criança e bem como relacionamos tais ocorrências com obras que falam sobre a percepção espiritual ou psíquica dos animais. Um bom livro sobre o assunto é "Os animais têm alma" de Ernesto Bozzano. 

Outros trabalhos que podemos citar é do biólogo britânico Rupert Sheldrake: "Cães sabem quando seus donos estão chegando em casa" 

Pedimos aos amigos leitores que se também tiverem relatos nesse sentido enviem-nos. Tais relatos são para todos nós uma fonte de estudo e comparação com as vivências pessoais.

Um grande Abraço a todos.



Alexandre e Flávia