Avatar

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Fanatismo: Doença da Alma

Voltaire - Pensador Francês

"O Fanatismo é para a superstição, o que o delírio é para a febre" - Voltaire

"Quando uma vez o fanatismo gangrenou o cérebro, a doença é quase incurável" - Voltaire

"O Efeito da Filosofia é tornar a Alma tranquila e o fanatismo é incompatível com a tranquilidade" - Voltaire

"Discordo daquilo que dizes, mas defenderei até à morte o teu direito de o dizeres." - Voltaire


Esses dias, os amigos que acompanham às postagens do blog pelo Google Plus, puderam acompanhar uma manifestação, por parte de uma visitante do perfil do blog, no Google Plus, de Fanatismo Religioso. Tal manifestação foi expressa por meio de comentários ofensivos a Chico Xavier, bem como ao Espiritismo e a nós, autores do Blog Luzes do Bem.

Tal atitude provocou em nós a reflexão, o que nos levou a pensar no post abaixo.


Fanatismo

Fanatismo (do francês "fanatisme") é o estado psicológico de fervor excessivo, irracional e persistente por qualquer coisa ou tema, historicamente associado a motivações de natureza religiosa ou política. É extremamente frequente em paranóides, cuja apaixonada adesão a uma causa pode avizinhar-se do delírio. [Wikipédia, vide verbete Fanatismo].

Em Psicologia, os fanáticos são descritos como indivíduos dotados das seguintes características:
1. Agressividade excessiva ;
2. Preconceitos variados;
3. Estreiteza mental;
4. Extrema credulidade quanto a um determinado "sistema"
5. Ódio;
6. Sistema subjetivo de valores;
7. Intenso individualismo;
8. Demora excessivamente prolongada em determinada situação/circunstância.
[Wikipédia, vide verbete Fanatismo]





De um modo geral, o fanático tem uma visão-de-mundo maniqueísta, cultivando a dicotomia bem/mal, onde o mal reside naquilo e naqueles que contrariam seu modo de pensar, levando-o a adotar condutas irracionais e agressivas que podem, inclusive, chegar a extremos perigosos, como o recurso à violência para impor seu ponto de vista. [Wikipédia, vide verbete Fanatismo]


     Para que possamos ilustrar o caso em questão e também classificá-lo na definição acima, mostramos abaixo os comentários feitos:

1ª Comentário:








"O CHICO XAVIER É UMA FARSA!!!!!!!
ELE É UM AGENTE DE SATANÁS !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!"






2ª Comentário:

"TODO ESPIRITISMO E OCULTISMO 
VEM E PERTENCE UNICAMENTE 

A SATANÁS !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 
EU TENHO PENA DE VOCÊ, PELA SUA 

IGNORÂNCIA E FANATISMO AOS 
DEMÔNIOS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 
E O PIOR DE TUDO, É NÃO QUERER 
ACEITAR A VERDADE!!!!!POR ISSO , 
E PARA QUE NAS MINHAS PÁGINAS VOCÊ 
NÃO ME VENHA MAIS MOSTRAR COISAS 
ASSIM TÃO RIDÍCULAS, EU O DELETO DE 
TODAS AS MINHAS PÁGINAS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!"


3ª Comentário:







"NÃO SE META AONDE NÃO FOI CHAMADA!!!!!!!!!

EU NEM SEI DE ONDE A SRA VEIO??????

A MINHA RESPOSTA FOI PARA O SR.QUE POSTOU
ESSA BARBARIDADE NAS MINHAS PÁGINAS!!!!!!
POR FAVOR, NÃO MANDE MAIS NINGUÉM DA SUA
SEITA ENTRAR EM CONTATO COMIGO PORQUE
COMO A SRA E TODOS SERÃO BLOQUEADOS !!!!!!!!!!"



***

Antes de mais nada, uma observação precisa ser feita:  O Blog Luzes do Bem em nenhum momento postou algo indevidamente na página de ninguém no Google Plus. Quem recebe o conteúdo da página, das duas uma: ou curtiu o perfil ou recebeu via compartilhamento de quem curtiu a página. A autora dos comentários acima citados, portanto, não tem muita noção do funcionamento da rede social em questão.

Prosseguindo para o nosso estudo, podemos analisar que os 3 comentários acima expostos revelam uma pessoa que se enquadra, perfeitamente, nas 7 primeiras características que sintetizam um fanático, e podemos supor que a 8ª característica também esteja presente.

"Que responder a um homem[nesse caso uma mulher] que vos diz que prefere obedecer a Deus aos homens e que por isso está certo de merecer o céu se vos degolar ?", perguntamos com Voltaire.

O Fanatismo, em suas mais variadas roupagens, seja ela Religiosa, Ideológica, Esportiva(pasmem!) e etc, pode ser encarado, assim como a Depressão, como uma das doenças da alma humana. Podemos aqui até mesmo arriscar uma conjectura e dizer que o único remédio para uma pessoa acometida de Fanatismo é a Reencarnação e o consequente esquecimento do passado, pois só assim terá a oportunidade de descansar a sua mente opressa e acorrentada no fundo da caverna de Platão.

Fanatismo Na História
"Do fanatismo à barbárie não há mais que um passo" - Denis Diderot

       

A História nos apresenta terríveis casos de fanatismo e, em todos eles, as consequências para a humanidade foram desastrosas. Durante grande parte da Idade Média, a humanidade viveu as trevas da Inquisição, instituída pela Igreja Católica Apostólica Romana com o objetivo de combater as ditas heresias, ou seja, as linhas de pensamento contrárias a da Igreja Católica. A utilização de fogueiras na aplicação da pena de morte aos condenados pela Inquisição era o método mais famoso, embora existissem outros. Seu significado era basicamente simbólico, uma vez que o fogo simbolizava a purificação, configurando a ideia de desobediência a Deus (pecado) e ilustrando a imagem do Inferno. Em muitos casos também queimavam-se em praça pública os livros avaliados pelos inquisidores como símbolos do pecado. Um caso particularmente interessante é o famoso Auto de Fé de Barcelona, onde foi promovida a queima, em praça pública, de trezentos livros espíritas, realizada no dia 9 de outubro de 1861 em Barcelona, Espanha. Foi utilizada pela primeira vez no subtítulo do artigo "O resto da Idade Média", publicado em novembro daquele ano na "Revue Spirite". A inquisição foi um dos mais cruéis movimentos de fundamentação fanática da História.

Ficheiro:Child survivors of Auschwitz.jpeg
Judeus Capturados
O Nazismo, de Adolf Hitler, foi outra catástrofe humana. As teorias nazistas foram utilizadas para justificar uma agenda política totalitária de ódio racial e religioso com o uso de todos os meios do Estado, as vítimas dessa vez foram os Judeus, num momento da História conhecido como o Holocausto. O Holocausto foi o genocídio ou assassinato em massa de cerca de seis milhões de judeus durante a Segunda Guerra Mundial, através de um programa sistemático de extermínio étnico patrocinado pelo Estado nazista.



Profilaxia contra o Fanatismo
"Não há outro remédio contra essa doença epidêmica senão o espírito filosófico que, progressivamente difundido, adoça enfim, a índole dos homens" - Voltaire


Na questão 785 de "O Livro dos Espíritos" Kardec pergunta: "Qual o maior obstáculo ao progresso?" 
Ao que os espíritos respondem ser o orgulho e o egoísmo, referindo-se ao progresso moral, porque o intelectual avança sempre. Se fizermos uma análise mais acurada da origem do Fanatismo iremos fatalmente ao encontro dessas duas causas principais de todas as mazelas humanas, de tal forma que a única maneira de nos melhorarmos gradualmente no combate a essas duas causas de sofrimento é, como diz Voltaire, adquirindo um espírito filosófico para que, no conhecimento de nós mesmos, um dia a nossa índole, enquanto seres humanos, seja finalmente adoçada. 

"Tende como templo o Universo; como altar a consciência; como lei a caridade; por imagem Deus, por religião o amor. " - Léon Denis