Avatar

segunda-feira, 8 de abril de 2013

REENCARNAÇÃO



Uma das principais diferenças entre as religiões se dá sobre o que vem a ser a morte e a vida - baseadas nesta necessidade de explicação, as religiões descrevem seus conceitos de Céu, Objetivos e Inferno, Bem e Mal.


O Espiritismo compreende que o Céu na realidade é um plano invisível, assim como o Inferno, porém não há essas denominações ou personagens representativos. Há entre os desencarnados os que se encontram em altas e baixas esferas, porém é objetivo pessoal a edificação sempre, ora, para alguém se edificar em uma única existência humana seria ilógico ou no mínimo difícil.
Daí surgem outras questões: como Deus sendo justo a todos nós permitiria uma única existência para nós, com tantas diferenças econômicas entre as pessoas por exemplo? Se o reino é para os humildes, logo isso de algum modo interferiria nas condições em que cada um de nós nascemos. Se na Bíblia diz pobre dos ricos...então os nascidos ricos já estariam predestinados a maiores lutas. Não vejo justiça nessa idéia.Reflita.
Mais eloquente pensar que para cada tipo de aperfeiçoamento deveremos ingressar numa " escola", num ambiente, numa família, experimentando situações que promovam nossa vitória no objetivo da ascensão.


Abaixo texto transcrito sobre o tema, retirado do portal dos espiritos:

A reencarnação é o retorno da alma à Terra, repetidas vezes, no corpo humano. Somente essa doutrina explica as aparentes injustiças da vida. É a verdade eterna.
Na sucessão dos nascimentos, o homem adquire experiência e conhecimento acerca de si mesmo e do seu destino. Pela reencarnação aprende-se que “o homem colhe aquilo que semeia”.
Toda vida é eterna. A lei da justiça é infalível. Não há um pensamento, uma palavra ou uma ação que não tenha o seu eco. Para possuir, dê. Você tem de saber disso. O homem cria as causas e a lei cármica ajusta os efeitos. Você tem liberdade de escolher entre o bem e o mal.
Portanto, o melhor esforço está no aperfeiçoamento próprio. É isso que importa, afinal de contas? A instrução é o tesouro da alma. Mas, que aproveita ao homem possuir um tesouro e não usá-lo em boas ações?
O desenvolvimento da nossa acuidade espiritual faz brilhar a luz dentro de nós. Não basta ao homem espiritualizar-se. Ele deve aplicar e demonstrar a sua espiritualização. Viver é dar.
Deus enviou-nos, a cada um de nós, para ser um trabalhador do Seu Reino. O fruto da cultura é semeado em obras para a generosidade de Deus no mundo. De outro lado, o conhecimento é como a semente; a que cai no coração aberto, produz o fruto da perfeição.
Se a nossa fé em Deus for suprema, Deus retribui na mesma medida.
De que serve o conhecimento inativo?
Dê amor à Humanidade e Você receberá amor, em todas as suas manifestações.
Todo ser humano é rodeado de oportunidades sem fim e de infinitas possibilidades. A lei cármica retribui a você do modo como você a recebe.

















A justiça o exige e, assim, o entendemos. Destinamo-nos à felicidade aqui ou além se, acima de tudo, proporcionarmos felicidade ao nosso semelhante.

Essa é a lei de causa e efeito – renascimento.




Procure conhecer-se e praticar as boas ações sempre.

Experimente.

Ernest O’Brien
(Nova Iorque, N.I., E.U.A, 14, Julho, 1965.)
Mensagens Recebidas em Língua Inglesa, tradução de Hermínio Corrêa de Miranda
(Do livro "Entre Irmãos de Outras Terras", Emmanuel, Francisco C. Xavier e Waldo Vieira)