Avatar

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

O Espiritismo: De Kardec aos dias de hoje - Estudo Parte 1


INTRODUÇÃO

"O Espiritismo: de Kardec aos dias de hoje" é um filme muito bem produzido, o qual  mostra a história do surgimento do Espiritismo, no século XIX,  e o trabalho de Allan Kardec.

Interessante se faz, aqui, que analisemos todo o contexto histórico no qual essas pesquisas estavam inseridas naquela época. Antes de Allan Kardec, Durante Allan Kardec e Depois de Allan Kardec. Sendo assim, os comentários, nesta série de 3 posts(antes, durante e depois), se concentrarão em torno do contexto histórico no qual esteve envolvido Allan Kardec durante as suas pesquisas sobre a Alma Humana.

ANTES DE ALLAN KARDEC

Fortaleza / Ce no Século XIX

O século XIX foi uma era de invenções e descobertas, com significante desenvolvimento nos campos da Matemática, Física, Química, Biologia e Metalurgia o que lançou as bases para os avanços tecnológicos do século XX. Todos os ramos do conhecimento humano avançaram muito nesta época, havia uma sede de conhecimento como nunca antes existiu, e dessa forma, o conhecimento sobre a Alma Humana e sua relação com o fenômeno da morte também começou a ser encarado mais de frente e não apenas por meio de dogmas religiosos ou de conjecturas filosóficas, ambos carecentes dos fatos brutos apenas estudados de forma sistemática neste século e no seguinte. 

Já em 1854, portanto 3 anos antes do lançamento de "O Livro dos Espíritos", Allan Kardec começou os seus estudos acerca das manifestações de alguns fenômenos que tiravam o sono de boa parte dos indivíduos daquela época, principalmente religiosos e medalhões do meio científico e filosófico. Afinal de contas, tudo o que ameaça o status quo e é capaz de ferir interesses provocou, provoca e por muito tempo provocará controvérsias.

Seu estudo se deu, inicialmente, pela observação dos fenômenos designados de "Mesas Girantes", onde fenômenos de efeitos físicos ocorriam fazendo-se uso de uma mesa através da qual eram respondidas, pelos espíritos,sobre as mais diferentes questões. Deve-se esclarecer que o fenômeno das mesas girantes era conhecido nas antiguidades grega e romana, embora tivessem caído no esquecimento posteriormente. Posteriormente Kardec ampliou seus estudos se deparando com outros fenômenos mediúnicos.

Allan Kardec não foi o primeiro intelectual a estudar esses fenômenos, alguns anos antes, Robert Hare, físico e químico americano - professor da University of Pennsylvania entre 1810 e 1812 e entre 1818 e 1847 - já havia iniciado as pesquisas nesta área. Começou então a realizar sessões experimentais com diversos médiuns, os quais submetia aos mais rigorosos controles. Inicialmente cético e materialista pouco a pouco foi se defrontando com manifestações mediúnicas mais complexas, de caráter físico e inteligente, que resistiam com êxito às provas e às representações mais engenhosas.

Depois de dois anos de intenso trabalho, o ceticismo de Robert Hare foi vencido pela evidência dos 
fatos, os quais demonstravam que os médiuns eram intermediários que facilitavam, com suas atitudes, a intervenção de seres inteligentes extrafísicos, ou melhor, os espíritos.


Robert Hare
Em fins de 1855, publicou seus estudos e suas conclusões em uma obra volumosa, com mais de 400 páginas e com ilustrações de todos os seus trabalhos, intitulada Investigação Experimental das Manifestações dos Espíritos – Demonstração da Existência dos Espíritos e sua Comunicação com os Mortais. (Experimental investigation of the spirit manifestations, demonstrating the existence of spirits and their communion with mortals). 

O livro alcançou grande êxito, tanto por seu conteúdo como pela reputação científica do autor e 
suas prévias declarações contra o Espiritismo.

Comentando os engenhosos procedimentos de Hare nas sessões mediúnicas e a importância desse livro, Gabriel Delanne, na obra O Fenômeno Espírita, disse:




“Aqui já não se trata de algumas obscuras adolescentes ou de charlatães explorando a boa fé pública, trata-se da própria ciência oficial, que se pronuncia pela boca de um de seus mais autorizados membros”.

Uma vez mais se repetia a história: quando um investigador sério e objetivo decide estudar os efeitos do Espiritismo de maneira sistemática e organizada, conclui reconhecendo sua veracidade. 
Mas também, infelizmente, repete-se a história quando esse cientista, honrando seu compromisso com a verdade, divulga suas conclusões e passa a sofrer as desclassificações de seus colegas[pessoas que nenhuma experimentação fizeram e nem por isso se julgam, de modo não racional, capazes de falar sobre algo que nunca viram de perto, demonstrando, muitas vezes um fanatismo igual ou superior ao exibidos por religiosos e militantes políticos ou mesmo torcedores de equipes de futebol].

De Morgan
Por essa mesma época, também estudava o assunto Augustus de Morgan. Matemáticos e Cientistas da Computação certamente o conhecem mais pelos Teoremas de De Morgan. Após 10 anos de estudos sobre o assunto, lança a seguinte obra:


"From Matter to Spirit: The Result of Ten Years Experience in Spirit Manifestations"

"Da Matéria ao Espírito: O Resultado de 10 anos de Experiência em Manifestações de Espíritos"


onde diz no prefácio da obra:







"Estou absolutamente convencido de que tenho visto e ouvido, em condições que tornam a 
incredulidade impossível, fenômenos chamados espíritas, que nenhum ser racional poderá 
explicar pela impostura, coincidência ou erro". 


Robert Dale Owen
Outro intelectual a estudar os mesmos fenômenos no período anterior ou igual a Allan Kardec, foi Robert Dale Owen. Ele dedicou-se ao Estudo do Espiritismo visando provar a seu pai o grave erro em que ele incorria ao se interessar pelos fenômenos supranormais. E o resultado de suas investigações foi render-se à evidência dos fatos por ele verificados.

Robert Dale Owen devotou sua vida a expansão dos Postulados da Doutrina Espírita dentro dos Estados Unidos e como um espiritualista convicto e de grande integridade.

No inicio de janeiro de 1875 ele escreveu um artigo para o jornal Atlantic Monthly sobre as sessões de materialização do espírito Katie King (famoso pelos estudos realizados entre 1871 e 1874 pelo cientista inglês Willian Crookes com o auxílio da médium Florence Cook)

Publicou várias obras nas quais declara sua convicção na sobrevivência do espírito após a morte do corpo físico e a mais importante foi o livro intitulado "Região em Litígio entre este Mundo e o Outro" publicado na Filadélfia, em 1877.

Epes Sargent
Outro nome que se destacou na época pré Allan Kardec foi Epes Sargent. Nos últimos 30 anos de sua existência, Epes Sargent veio a interessar-se pelo Espiritismo, estudando-o contínua e profundamente, dedicando muito de suas energias em procurar absorver toda a sabedoria que esta doutrina encerra.

Cético a princípio, assistiu a inúmeras experiências e realizando-as igualmente por conta própria, não demorou a convencer-se da veracidade dos fenômenos observados, passando a defender a nova realidade que lhe transformara o intelecto dotando-o agora de uma aura brilhante, fruto do seu entusiasmo e vontade firme.

Pensador profundo, espírito indagador e emancipado de preconceitos científicos ou religiosos e soube extrair de fatos a que observou, uma bela e grandiosa filosofia espírita da vida universal e dos destinos do homem, em particular.

Sua inteligência e sua pena materializando belas páginas sobre a consistência do Espiritismo invadiram os maiores periódicos americanos.

Estes são apenas alguns dos grandes nomes que trabalharam na pesquisa sobre a Alma Humana, afirmando sua sobrevivência à morte do corpo físico. Afirmar, hoje em dia, que os médiuns não se dispuseram  a estudos científicos, como ainda o fazem hoje,  é dar demonstração de ignorância profunda e desqualificação de si diante da matéria que diz respeito a estudos em vida após a morte.

"Onde houver cegos, que haja a verdade - Amaro"

Continuamos com o estudo do contexto histórico, abordando a época de Allan Kardec no próximo post. Até lá :)



Fontes:

Epes Sargent - Planchette or the despair of science 

From Matter to Spirit: The Result of Ten Years Experience in Spirit Manifestations
-Experimental investigation of the spirit manifestations  - Augustus de Morgan

Robert Dale Owen - Footfalls on the Boundary of another World 

Autores Espíritas Clássicos