Avatar

terça-feira, 16 de abril de 2013

CIENTISTAS E SEUS ESTUDOS DO ESPIRITISMO II




Em continuidade ao post Cientistas e seus estudos do Espiritismo I, seguimos agora com mais esta  publicação, visto que um único post não é suficiente para a quantidade de estudos e experiências realizadas sobre os fenômenos espirituais.

Para quem não conhece existe em Campinas o Instituto do Cérebro, fundado em 1987, com profissionais das áreas de Neurologia, Psiquiatria e Psicologia que estudam a interação entre cérebro-mente.

O instituto relaciona o espiritismo com os estudos da mente e seus distúrbios, integrando a ciência com o espiritismo nos trabalhos que realiza.

Outro psiquiatra renomado, Dr. Sérgio Felipe de Oliveira, diretor clínico do Instituto Pineal Mind é também um dos maiores pesquisadores na área da Psicobiofísica da USP e vem trabalhando destaque em suas pesquisas sobre a o papel da glândula pineal em fenômenos como a mediunidade.

O Dr. Sérgio Felipe é diretor-presidente da AMESP (Associação Médico-Espírita de São Paulo), que reúne médicos  dedicados ao estudo da relação entre corpo e espírito.



Uma matéria publicada pelo site G1( Rede Globo) mostrou em reportagem que cientistas da USP, da Universidade Federal de Juíz de Fora e da Universidade Thomas Jefferson (Estados Unidos) mediram as atividades cerebrais de dez médiuns brasileiros psicógrafos.
A pesquisa liderada por Julio Peres, do Instituto de Psiquiatria da USP usou voluntários com idades entre 15 e 47 anos de experiência em psicografia.

Eles foram divididos em dois grupos – mais e menos experientes. E foram comparados os resultados da ação de psicografar com a atividade cerebral enquanto redigiam um texto fora do estado de transe, isto é, de “próprio punho”.
Para verificar a atividade cerebral dos dez médiuns, os cientistas injetaram neles um marcador radioativo que permite checar a intensidade dos fluxos sanguíneos em diferentes áreas do cérebro por meio de tomografia. E o resultado foi surpreendente:
“Os autores afirmam que os médiuns experientes apresentaram níveis mais baixos de atividade durante a psicografia, em comparação à escrita normal, justamente em áreas frontais do cérebro associadas ao planejamento, raciocínio, geração de linguagem e solução de problemas. De acordo com os cientistas, isso pode refletir a ausência de consciência durante a psicografia”, diz a matéria, acrescentando:
“Os psicógrafos menos experientes, por sua vez, tiveram atividade mais intensa nessas mesmas áreas enquanto psicografavam, ainda que também inferior à registrada durante a escrita fora de transe. Segundo os pesquisadores, esse fato poderia estar relacionado com uma tentativa ‘mais esforçada’ dos médiuns menos experientes de fazer a psicografia.”
No campo da física o professor Laércio B.Fonseca também realiza análises científicas dos fenômenos espirituais, seu campo de atuação é o  da física com especialização em astrofísica.
No campo da Química temos outro estudo conduzido pelo Dr. Matthieu Tubino, da Unicamp sobre o ectoplasma e fenômenos físicos.
Temos muitos estudiosos sobre o assunto, como também Einstein, um dos maiores Cientistas de todos os tempos, sobre sua percepção do tema : "A percepção do desconhecido é a mais fascinante das experiências. O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso, passará pela vida sem ver nada". É dele também a frase : "Estamos começando a conceber a relação entre a ciência e a religião de um modo totalmente diferente da concepção clássica. Afirmo com todo o vigor que a religião cósmica é o móvel mais poderoso e mais generoso da pesquisa científica".

Pesquisas do Dr. Ian Stevenson, Psiquiatra americano, respeitadíssimo do ponto de vista de rigor científico e credibilidade a nível mundial, o qual tem se dedicado, praticamente toda a sua vida, às investigações relativas à Reencarnação. São quase 40 anos de pesquisas científicas com milhares de casos identificados em todo o mundo, relativas a crianças que se lembram de suas vidas passadas. Não sendo Espírita nem crente na Reencarnação, os fatos começaram a despertar nele a curiosidade e vontade de pesquisar.

 Hoje, aos 83 anos de idade, esteve recentemente no 4º Simpósio «Aquém e Além do Cérebro» organizado pela Fundação Bial e que decorreu na «Casa do Médico» no Porto, Portugal, tendo concedido preciosa entrevista à Revista «Notícias Magazine», que sai juntamente com os jornais «Diário de Notícias» e «Jornal de Notícias». Stevenson acha que se pode acreditar na Reencarnação com base em provas. Com mais de meia vida à procura de crianças que recordam vidas anteriores, colecionou perto de 3 mil casos, alguns impressionantes.
                Stevenson sabe que é ignorado por alguns dos seus pares, mas o seu trabalho é espantoso. Dos 14 livros publicados, as demonstrações para que os mais racionais acreditem na Reencarnação são fantásticas. 

Há vários trabalhos sendo desenvolvidos, como no Hospital das Clínicas de São Paulo que criou um Núcleo de Estudos para tentar comprovar a interferência Espiritual no nosso corpo. 

Enfim, são muitos os campos da ciência que se dedicam ao estudo sério do espiritismo, os que foram postados representam uma parcela do tema.

Nota: Para leitura de Cientistas e seus Estudos I vide marcação ciência para leitura.